Amor é desacerto.

Há tempos em que a gente se confunde.
Há tempos em que a se esbarra.
Há tempos em que a gente se atravessa.
Há tempos em que a gente consegue reunir todos esses ”momentos” e se ama.
Houve o tempo, o dia , a hora, a dificuldade e o medo, em que a gente teve que nos ”refazermos” um para o outro… e nos refizemos.
Apesar de todas as dificuldades de se reposicionar e colocarmos cada pedacinho em seu devido lugar.
O ”NÓS” sempre se reencontra de alguma forma.
O nosso encontro é de alma.
O nosso encontro é de destino.
O nosso encontro é de incontroláveis vontades e desejos.
O nosso encontro vai além das superstições da vida.
A cada novo encontro é sempre diferente.

O aprendizado tem sido constante…

Há paixões fracas, que se evaporam.
Há amores firmes, que fazem morada.
Há vidas que seguem se expirando e inspirando, até se encontrarem e os corações baterem em paz em um só.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: