A chave da alegria

Semana passada eu estava dando uma vasculhada entre minhas coisas e me deparei com um dos meus “pen drive” bem antigo… Comecei a abrir umas pastas e lá tinha várias fotos/vídeos. Amigos de infância, do colégio, os passeios, família. Pude relembrar que todos sempre falavam sobre uma mesma característica a meu respeito: a alegria.
Já outro dia me fizeram uma pergunta onde eu precisava responder o que me deixava feliz e conclui que são as coisas mais simples que me trazem mais alegria. Assistindo um filme que retratava sobre a felicidade e em umas das cenas da passagem do filme, abordava que a maioria das pessoas tem medo de serem felizes, elas sempre acham que em algum momento tudo vai dar errado. E eu concordo! O ser humano tem mesmo essa mania de querer se sabotar.

Contudo, analisando como anda o pensamento/comportamento do ser humano. Algumas pessoas realmente perderam os princípios se é que, um dia, elas tiveram algum. Por que certas pessoas chegaram a esse ponto? Isso é tão cruel, é tão vazio, é tão pouco diante da importância que se tem um relacionamento, um propósito ideal. Como comparar uma mulher a um carro/objeto? Mas… Tudo bem, eu sei que algumas mulheres andam apelando por aí, e chegando a negociar corpo e coração por pouco e, às vezes, por nada. Mas isso não pode ser desculpa, porque a gente não pode corrigir um erro com outro erro. E não é porque todo mundo resolveu desvalorizar tudo e ligar o foda-se, não se importar com o próximo que você também tem que ser assim. Veja só, você não precisa ser assim. Ninguém precisa ser igual a todo mundo.

Seja ÚNICA (O) e faça a sua parte!

E tem mais… Não faça das decepções dos outros o seu ponto de referência, não faça dos padrões vendidos por aí, o seu próprio padrão… Não deixe que isso reflita sobre você em hipótese alguma! Entenda que não é porque alguém errou feio, que você também vai ter que errar feio, não é porque seu relacionamento passado não deu certo… Que o seu atual também não vai dar, não é porque uns comparam pessoas a objetos que você também precisa comparar. Tenho que você pode fazer melhor e procurar ser melhor, e que você tem em si mesma (o) a capacidade de modificar as coisas e de se permitir também… (As coisas mais belas estão sempre por traz desse tal “medo”), já perceberam isso?

Não deixe que o medo impeça você de poder ir além…

Olha, vou deixar aqui um conselho:
Sempre que algum (a) de vocês sentirem que estão perdendo a alegria… Aprendam a serem felizes novamente. Pois a alegria é um caminho que vocês precisam sempre escolher trilhar.
Não se percam tanto na seriedade, ou na tentativa de querer provar sempre alguma coisa para as outras pessoas ou para si mesma. Apenas… Seja feliz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: