A tal da modernidade

(Olha essa MAQUINA, meu sonho é ter dinheiro para possuir um carro desses, mas a vida está tão difícil!) – um rapaz comentou com o amigo, parados em frente a uma vitrine cheia de carros caríssimos. Onde logo a frente, um mendigo sentado no chão, próximo a uma lanchonete, encarava a vitrine de salgados sendo “reabastecida” pela funcionária. No papelão ao seu lado, a súplica escrita – me ajudem, estou com fome, à vida está tão difícil. Em seguida, passava um jovem com os olhos vidrados na tela do seu celular. Concentrado… ele observava o aplicativo de celular como uma vitrine de meninas próximas dele, mas nenhum “match” com sucesso. Vai ver que ele também pensasse que “à vida está tão difícil”.
Em meio aqueles instantes de percepção, notou-se que cada pessoa tem a sua vitrine dos sonhos. Vitrines que alimentam o ego e outras que doem no estômago mesmo. Dores distintas de cada um achando a vida tão árdua.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: